BLOT (CELEBRAÇÃO) COM A TRIBO (PARTE 2)

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

É assim que chamo aquele que ressuscitou três vezes das cinzas.

Que o vidente esteja presente e aceite nosso brinde.

Soberano entre os Wanus (Vanir),

Agradecemos seus ensinamentos e bênçãos.

e pedimos que nos conceda sua sabedoria

e sua magia benéfica

e encher de inspiração os corações das mulheres Odinistas.

Em nome da Deusa Bruxa Gullveig,

Angurboða, Heiðe, Hyrrokin, Kalta, Syrheð,

Guardião da Saúde, Criador do Seidhr,

Senhora dos Lobos,

Regente da Floresta de Ferro,

gigante antigo,

Três vezes queimado, três vezes renascido,

Abençoe-nos com sua intuição para poder renascer,

livra-nos do engano e da traição.

Swa Wisan Ita.

Hails Halja-Runa (Gullveig).

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Sauil, Sunnian, Sol, Frau Sunne,

Álfröðull, Senhora dos Corcéis,

Arvak e Alsvid,

Consorte de Glenr,

Roda grande e bonita, sempre brilhante,

filha de Mundilfæri,

Doador de luz e calor,

Abençoe-nos com seu amor infinito.

Swa Wisan Ita.

Hails Sauil.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Scata (Skadi),

Gigante antigo,

Senhora da neve e do gelo,

Abençoe-nos para sermos autênticos

em nossos propósitos

dá-nos força quando falta motivação

em dias escuros de vento cortante,

que o gelo não morde nosso corpo.

Swa Wisan Ita.

Hails Scatta.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Helja,

Hel, Leikn, regente de Neofelham,

Senhora da morte e da entropia,

Você nos inspira com reverência e respeito.

deixe-nos chegar às suas portas

e percorra seu palácio com dignidade e honra.

Livrai-nos do medo do inevitável,

ajuda na jornada dos que já partiram,

não permita que a tristeza arrefeça os espíritos,

Antes de se juntar a nós para entender,

o mistério do sono da morte.

Swa Wisan Ita.

Hails Helja.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Eira,

Senhora das ervas medicinais,

o maior dos curandeiros.

Abençoe-nos para ser um canal de cura

e nossas mãos se tornam seu instrumento

sobre aqueles que nos pedem ajuda na doença.

Swa Wisan Ita.

Hails Eira.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Fullaz,

Servo eterno de Frigga,

Senhora guardiã da riqueza e posses,

abençoe-nos com integridade e fortuna

ser fiel ao nosso chamado.

Swa Wisan Ita.

Hails Fulaz.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome de Herimuot (Hermóðr),

mensageiro dos deuses,

viajante nas estradas de Neofelham,

Abençoe-nos para que nunca tenhamos

medo de andar no escuro

Swa Wisan Ita.

Hails Herimout (Hermóðr).

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome de Deus Mimir,

Senhor de profunda sabedoria,

Abençoe-nos para que eu aprenda sonhando,

as lições do mundo.

Swa Wisan Ita.

Hails Mimir.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome de Brego (Bragi),

Escaldo de Ensigard,

Abençoe-nos com o dom da poesia,

concedendo nossas letras e palavras

a força do nosso espírito.

Swa Wisan Ita.

Hails Brego (Bragi).

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Saga,

Guardiã das histórias dos meus antepassados,

abençoe-nos com o dom de aprender com o passado

e ser lembrado por nossos descendentes.

Swa Wisan Ita.

Saga do Hails.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Sigyn,

Senhora da Vitória,

Esposa do deus Luka,

Abençoe-nos com triunfo em todas as nossas ações

e a lealdade do amor verdadeiro.

Swa Wisan Ita.

Hails Sigyn.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome da Deusa Sibba/Sif),

senhora de cabelos dourados,

Esposa do deus Donnar,

Abençoe-me com o orgulho da minha própria capacidade

para poder servir ao meu clã.

Swa Wisan Ita.

Hails Sibba (Sif)

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Em nome de Éoster, Idunn,

Gigante antigo, deusa bruxa,

senhora maçã,

doador da imortalidade,

abençoa-nos com saúde e pureza,

para que nada corrompa nossa presença.

Swa Wisan Ita.

Hails a Páscoa.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Em nome de Midjungardis Wardjo (Heimdall),

você o grande observador,

Guardião da Hneipan staiga (Ponte do Arco-Íris)

nos abençoe com a capacidade de defender o que mais amamos.

Swa Wisan Ita.

Hails Heimdall.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Chamamos os elfos,

senhores da magia e dos campos,

fortalecer nosso vínculo com a natureza.

Chamamos os anões e svartálvar,

para nos guiar nas profundezas dos grandes mistérios.

Swa Wisan Ita.

Hails alvar, Hails dvergar jah svartálvar

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Eu chamo nossos ancestrais para se juntarem a esta comunhão,

àqueles que precederam nossos passos,

Aceite a homenagem que lhe prestamos aqui.

Em nome de todas as mulheres sábias do nosso povo,

Senhoras antigas da tribo,

abençoe-me com Força, concedendo-me sua poderosa orientação.

Em nome do ausente cuja partida ainda sentimos,

para que honremos sua memória

e que nossas ações não manchem o trabalho realizado por eles.

Swa Wisan Ita.

Hails Attans, Hails Disir.

Thiuda: Hails!

O Gudja atinge o chão três vezes com o Stang.

Gudja:

Saudações Jas Swistar Visigoths de Brothyro.

Thiuda: Hails!

Gudja:

Hails Irmandade Odinista do Fogo Sagrado.

Thiuda: Hails!

Gudja:

Bom escritório foi oferecido aqui. Nenhum dano foi planejado contra ninguém e os Deuses e ancestrais foram honrados como é justo e devido.

A Gudja se volta para os fiéis e os abençoa com o Stang com o sinal da Cruz Solar:

Gudja:

Que a bênção de Ansjus, Wanus, Alfar e Jotnar esteja sobre todos os que trilham o caminho que ilumina Polaris.

Que a graça eterna de Ansjus, Wanus, Alfar e Jotnar vos conceda paz, saúde e felicidade em vossas vidas, que afastem o mal de vossos caminhos e vos concedam integridade de espírito para viver plenamente as nove nobres virtudes.

Swa Wisan Ita.

Thiuda: Swa Wisan Ita.

O Gudja pega a Taça Cerimonial e enquanto derrama seu conteúdo desenhando uma Cruz Solar no chão, ele recitará:

Gudja:

Que o que brotou de seu ventre,

ser devolvido a você,

assim como nossos corpos um dia retornarão ao seu seio.

Aqui está o produto de seus dons.

Que estes nos sejam concedidos novamente no futuro com abundância e abundância.

Swa Wisan Ita.

Hails Airtha.

Thiuda: Hails!

Gudja:

Seu passado não importa

que seu wyrd andou

seu compromisso é importante

no eterno presente.

E seus atos honrosos

no futuro predestinado

Para o bater de asas de 3 falcões

no renascimento da águia gótica.

para os caminhantes

da névoa

por transportadoras

da chama do dragão.

para os sonhadores

de realidades perenes.

Para os guardiões de outros tempos

que voltaram.

Para os Draugar que despertaram.

Pela presa do lobo

afundado no crânio do cavalo.

Pela canção do corvo

que ressoa na pena da Coruja.

Pelos chifres do veado

colidindo com a garra do urso.

Pela espada com prata

que o ferreiro forjou.

Pelo Stang bifurcado

que no sul foi esculpida.

Para o esqueleto do touro encontrado

que foi finamente trabalhado.

pelo freixo

que no olho do gato foi refletido.

Através da teia de aranha

na encruzilhada dos ossos.

pelos perseguidores

da verdadeira vontade.

Pelas runas fumegantes

no espelho de obsidiana.

Pela cobra que devora sua cauda

em torno do Valknutt.

todas as portas caminhos

e limiares abertos.

todas as restrições

e as fechaduras estão quebradas.

toda feitiçaria

e a maldição é devolvida.

no eterno retorno

este é o novo costume.

nove tipos de madeira

ao fogo se inflamou.

As fumaças de nove ervas

eles são levantados.

nove espirais

a terra foi delimitada.

nove sussurros

eles são conjurados.

nove músicas

lançado ao vento.

nove são

os clãs nomeados.

nove são

os gigantes que a foice derrubou

nove são

os mundos entrelaçados.

Aesir, Vanir, Jotnar Alfar,

eles são convocados.

nove brindes

em sua honra são oferecidos.

cheio de hidromel

os nove chifres são levantados.

Nove são as virtudes,

que com força são recitados

Alianças e juramentos são feitos.

nove bênçãos

para a Irmandade foram liberados.

nove sacrifícios

em sua homenagem são feitos.

todos presentes

com sangue são aspergidos.

Uma parte aos ancestrais é oferecida.

Outra parte para os deuses gigantes

é convidado.

e o que resta,

É por homens e mulheres degustados.

O Fogo com sua luz e calor abençoou a todos.

Obrigado e diga adeus,

tudo está acabado.

Para os presentes,

Para os ausentes

para os dorminhocos,

Para aqueles que virão.

Que o Odinismo lhes dê força (Maegen)

em cada passo que dão.

compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Pesquisar - IOSF

Navegador!

Hails aos nossos Ancestrais

Hoje é dia de pão, feito em casa e feito como minha vó materna fazia, e uma cerveja para acompanhar, como minha família fazia e

Os processos de aprendizagem a nível espiritual

Hails jah Haila. ᚺᚨᛁᛚᛊ ᛃᚨᚺ ᚺᚨᛁᛚᚨ. 𐌷𐌰𐌹𐌻𐍃 𐌾𐌰𐌷 𐌷𐌰𐌹𐌻𐌰. Haila Frijonds jah Frijonjos Meina! ᚺᚨᛁᛚᚨ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛞᛊ ᛃᚨᚺ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛃᛟᛊ ᛗᛖᛁᚾᚨ!. 𐌷𐌰𐌹𐌻𐍃 𐍆𐍂𐌹𐌾𐍉𐌽𐌳𐍃 𐌾𐌰𐌷 𐍆𐍂𐌹𐌾𐍉𐌽𐌹𐍉𐍃 𐌼𐌴𐌹𐌽𐌰. Todos

A LUZ DO SAGRADO FOGO NOS GUIA

A LUZ DO SAGRADO FOGO NOS GUIA Hails jah Haila. ᚺᚨᛁᛚᛊ ᛃᚨᚺ ᚺᚨᛁᛚᚨ. 𐌷𐌰𐌹𐌻𐍃 𐌾𐌰𐌷 𐌷𐌰𐌹𐌻𐌰. Haila Frijonds jah Frijonjos Meina! ᚺᚨᛁᛚᚨ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛞᛊ ᛃᚨᚺ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛃᛟᛊ

Untitled-1

Nosso modo de vida está enraizado no sangue (Folk) , na honra (valores) e no solo das terras de ODIN.
e não respondemos a ninguém além de nós mesmos

Untitled-1