O que é Odinismo?

Salve Jah Haila.

ᚺᚨᛁᛚᛊ ᛃᚨᚺ ᚺᚨᛁᛚᚨ.

Haila Frijonds jah Frijonjos Meina!

ᚺᚨᛁᛚᚨ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛞᛊ ᛃᚨᚺ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛃᛟᛊ ᛗᛖᛁᚾᚨ!.

Odinismo é baseado na reconstrução moderna da tradição espiritual das tribos nórdicas e germânicas antes do ano mil da era cristã.

É um quebra-cabeça que tenta unir a tradição, pegando as peças que foram resgatadas das tribos germânicas, claro, sempre com bases antropológicas e históricas.

É o culto dos antepassados, dos deuses e da família, aí reside a verdadeira força deste grande caminho.

Centra-se em Gauth, Wodanaz, Odin e todos os nomes pelos quais foi chamado nas diferentes tribos que honravam as divindades Ases, Vanes, Alfars, Thursars, Jotnar e as criaturas que compõem todo o folclore.

Não tomamos textos literais como Eddas e sagas e nenhum livro como sagrado.

Não acreditamos em Ragnarokr, como o Asatruar, pois o vemos altamente influenciado por monges cristãos.

É enriquecido com conceitos como Wyrd, Orlog e Maegen, que estão nas tribos Angles, Jutes e Saxon.

Ser odinista é ser politeísta.

Honramos os Ases, Vanes, Alfar e em alguns grupos os Jotnar e Thursars.

No Odinismo existem duas divisões:

Os folclóricos e os tribalistas. Basicamente, os primeiros dão grande importância aos laços de sangue que compartilham como povos, e os segundos (nosso caso), na assimilação da cultura no indivíduo que ingressa na tribo.

Entre os folclóricos, a grande maioria não honra o deus Loki, mas ele é respeitado. Nos grupos Tribais Odinistas, sim, visto que o veem como irmão jurado de Odin, e em alguns grupos, como um dos deuses criadores da raça humana.

Os dois ramos são tradicionalistas e repudiam a ingerência do Wicatru da Nova Era, também chamado de ecletismo = pagão = universalismo.

Todos os grupos Odinistas rejeitam a fantasiosa visão hippie dualista do fazendeiro islandês Sveinbjörn Beinteinsson.

Os Odinistas homenageiam a mãe Folk Else Christensen.

Tomamos os primórdios do Odinismo moderno em 1930, sendo o primeiro ramo a ser legalizado como religião em 1970 pelo Rito Odínico, grupo emanado de Else Christensen.

Em 1997 surgiu a Irmandade Odinista do Fogo Sagrado, que homenageia os cinco panteões: Aesir, Vanir, Alfar, Jötnar e Thursar. Sendo a primeira Irmandade Odinista que difundiu o Tribalismo de natureza não racista e honrando e respeitando o deus Loki no mundo Pagão.

Algo que nos identifica como Odinistas é que usamos termos como “era rúnica” 2271 e “era cristã” 2021.

Usamos os slogans Fe, Familia e Honra

Nosso foco é reconstruir e interpretar a cultura e a língua ancestral de nossos ancestrais e das tribos de onde eles vêm, por exemplo: saxões, anglos, godos, lombardos, frísios.

Não usamos o ritual do martelo, pois é uma invenção de Edred Thorsson.

Nosso símbolo básico é o Valknut, mas ainda alguns carregam Mjolnir para proteção.

O termo Odinismo foi popularizado em 1848 por Orestes Brownson pela primeira vez nos tempos modernos.

O australiano Alexander Rud Mills seria um dos fundadores do Odinismo Moderno, sua origem com a Igreja Anglicana de Odin na Austrália, embora tivesse principalmente influências cristãs.

É por isso que o modelo de Else é adotado nas Irmandades Odinistas.

Infelizmente a falta de vontade de estudar dos grupos que iniciam, a rápida disseminação da internet, popularizou a cópia e aglutinação de informações de forma irresponsável. Como consequência disso, surgem grupos de asatrus Odinistas expressos que “combinam” os dois termos (Asatru e Odinismo) passando-os como um só. O pior é que eles se autodenominam “pagãos nórdicos” um termo que é muito ofensivo para um verdadeiro seguidor pagão, seja por ignorância ou total ignorância da história.

Basicamente, o asatru é baseado no período Viking, sua mitologia e a reconstrução de Sveinbjörn Beinteinsson na Islândia por volta de 1974.

Como existem muitas páginas web de asatruar, as informações disponíveis parecem indicar que Odinista e Asatru são o mesmo, mas não é o caso.

Nós, Odinistas, seguimos as nove nobres virtudes e não as associamos a nada que tenha a ver com grupos de ódio. Deve-se notar que essas nove nobres virtudes são uma invenção moderna de John Yeowell (apelidado de “Stubba”) membro do Rito Odínico e que são basicamente um extrato filosófico do poema Hávamál.

Existem grupos desastrosos que usam a Tradição para servir aos interesses sombrios de gurus megalomaníacos, que, por desejo de fama ou poder, ou por mera ignorância, misturam termos, interpretam mal as coisas, manipulam a história à vontade, entram em terreno político e criam todo um fantasia que nada tem a ver com a nossa espiritualidade. Todas as organizações Odinistas são na verdade apolíticas.

Os membros que

se envolvam em ativismo político, eles o fazem a título pessoal e não como representantes de alguma organização Odinista, tome muito cuidado com isso.

Sabemos que os pagãos racistas não são Odinista, eles são uma mistura de wotanistas, odalistas, gnósticos hiperbóreos e sabe-se lá o que mais.

Sentimo-nos na obrigação moral de mostrar nosso ramo da Tradição pelo que realmente é e esclarecer tantas calúnias, como a de que todos os Odinistas são igualmente neonazistas ou racistas (nada poderia estar mais longe da verdade).

Eu mesmo já fui rotulado de nazista pelas organizações Ásatrúar pelo simples fato de me chamar com orgulho de Odinista.

Apesar de tudo, o Odinismo evolui de forma vertiginosa, em cada país vai se transformando como parte do tronco de caminhos espirituais que compõem o Paganismo:

Odinismo.

Ymirian.

Theodish.

Sketru.

Asatru.

Urglaawe.

Fyrn sidu.

Rokatru.

Dankwasiduz.

Ginsidr.

Myrkþursablót.

Thursatrus.

Convido você a pesquisar, investigar, porque tudo tem uma história e uma razão de ser.

Mas não fique calado e acima de tudo Hail Odinismo ou o caminho pagão que tu escolher..

Ser um verdadeiro Odinista é aquele que sempre buscará o conhecimento para alcançar a sabedoria seguindo os passos do grande caolho, um dos 3 pais criadores da humanidade.

Centrando suas forças em sua família, em sua espiritualidade e em seus antepassados, o Odinista lembra que não é a cor de sua pele que marca a espiritualidade que ele deve seguir. É o chamado ancestral, que impulsiona seu coração.

Não tente provar aos outros o que é o Odinismo.
É melhor viver isso.

Gutané Jér Weiháilag.

ᚷᚢᛏᚨᚾᛖ ᛃᛖᚱ ᚹᛖᛁᚺᚨᛁᛚᚨᚷ.

𐌲𐌿𐍄𐌰𐌽𐌴 𐌾𐌴𐌷 𐍅𐌴𐌹𐌷𐌰𐌹𐌻𐌰𐌲.

Auhusmits.

ᚨᚢᚺᚢᛊᛗᛁᛏᛊ.

Guðja Hoen.

ᚷᚢᚦᛃᚨ ᚺᛟᛖᚾ.

Clan Falker.

ᚴᛚᛅᚾ ᚠᛅᛚᚴᛅᚱ.

H.O.S.F.

ᚺ.ᛟ.ᛊ.ᚠ.

𐌷.𐍉.𐍃.𐍆.

México.

ᛘᛖᚳᛋᛁᚳᚩ.

compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Pesquisar - IOSF

Navegador!

Hails aos nossos Ancestrais

Hoje é dia de pão, feito em casa e feito como minha vó materna fazia, e uma cerveja para acompanhar, como minha família fazia e

Os processos de aprendizagem a nível espiritual

Hails jah Haila. ᚺᚨᛁᛚᛊ ᛃᚨᚺ ᚺᚨᛁᛚᚨ. 𐌷𐌰𐌹𐌻𐍃 𐌾𐌰𐌷 𐌷𐌰𐌹𐌻𐌰. Haila Frijonds jah Frijonjos Meina! ᚺᚨᛁᛚᚨ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛞᛊ ᛃᚨᚺ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛃᛟᛊ ᛗᛖᛁᚾᚨ!. 𐌷𐌰𐌹𐌻𐍃 𐍆𐍂𐌹𐌾𐍉𐌽𐌳𐍃 𐌾𐌰𐌷 𐍆𐍂𐌹𐌾𐍉𐌽𐌹𐍉𐍃 𐌼𐌴𐌹𐌽𐌰. Todos

A LUZ DO SAGRADO FOGO NOS GUIA

A LUZ DO SAGRADO FOGO NOS GUIA Hails jah Haila. ᚺᚨᛁᛚᛊ ᛃᚨᚺ ᚺᚨᛁᛚᚨ. 𐌷𐌰𐌹𐌻𐍃 𐌾𐌰𐌷 𐌷𐌰𐌹𐌻𐌰. Haila Frijonds jah Frijonjos Meina! ᚺᚨᛁᛚᚨ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛞᛊ ᛃᚨᚺ ᚠᚱᛁᛃᛟᚾᛃᛟᛊ

Untitled-1

Nosso modo de vida está enraizado no sangue (Folk) , na honra (valores) e no solo das terras de ODIN.
e não respondemos a ninguém além de nós mesmos

Untitled-1